Imagem capa - Benim por GabrielSarabando
Blog Viagens

Benim

Benin, país de língua francesa da África Ocidental, é o local de origem da religião vudu (ou "vodu") e do antigo Reino do Daomé (1600 a 1900, aproximadamente). Em Abomey, antiga capital de Daomé, o Museu Histórico ocupa 2 palácios reais, com baixos-relevos que narram o passado do reino e com um trono montado sobre crânios humanos. Ao norte, no Parque Nacional Pendjari, há safáris com elefantes, hipopótamos e leões.

Capital: Porto Novo

Continente: África

Língua oficial: Língua francesa


O Benim não é o destino mais óbvio quando se pensa em África, mas a verdade é que já foi um dos impérios mais poderosos do continente africano, durante o reino de Daomé. As ruínas do seu palácio ainda são visitáveis em Abomey, e em Ouidah, a sul, somos obrigados a relembrar de onde veio esse poderio e riqueza: foi no Benim que se consolidou uma das mais importantes rotas de escravos, que levou africanos sobretudo para o Brasil e para os territórios das Caraíbas. É interessante visitar o Museu em Porto Novo para conhecer esta fusão da cultura afro-brasileira.

VISTO: É necessário visto e passaporte válido mínimo de 6 meses.

 Chegada e prosseguimento da viagem:
A única conexão nonstop da Europa para Cotonou (COO) é oferecida somente pela Air France (AF) a partir de Paris-Orly (ORY). Todas as outras conexões, via de regra, englobam uma escala curta nos aeroportos. Uma boa conexão a partir de Lisboa (LIS) oferece a Royal air Maroc (AT), via Casablanca (CMN); a Spainair (JK) via Madrid(MAD) e Casablanca (CMN). Não existe uma companhia aérea nacional no momento. Pode-se alugar pequenos aviões charter que voam para os aeroportos de Parakou (PKO), Natitingou (NAE) e Kandi (KDC).


Top 10 a visitar em Benim:

Ganvié ( A veneza africana)

Museu Nacional - Antigo forte português

A Rota dos escravos + A porta do não retorno

Royal Palace Abomei

Foundation zinzou

Dantokpa market

Temple dos phytons

Grande mesquita de Porto Novo

Museu Da Silva

Festival do Voodoo (Janeiro)